SAL & Caldeira Advogados

Esta firma líder de mercado tem capacidades reconhecidas em questões relacionadas com recursos naturais, incluindo mineração, energia, petróleo e gás. A equipa tem parceria com a DLA Piper Africa e muitas vezes tem sido contratada por empresas internacionais, em particular investidores dos EUA, para tratar de assuntos transaccionais, tais como acordos de fusões e aquisições e estrutura de financiamento de projectos (project financing). É também muito activa em contencioso fiscal. Entrevistados elogiam "a senioridade da equipa, a qualidade do serviço prestado e a sua flexibilidade em relação à cobertura em Moçambique, que inclui não apenas Maputo, mas outros locais em todo o país".

José Manuel Caldeira é elogiado pelas suas fortes capacidades em resolução de litígios e conhecimento profundo do mercado local. Um entrevistado elogiou "o seu bom conhecimento jurídico, especialmente em questões contenciosas. Respeito a sua vasta experiência e capacidades sólidas. Um dos melhores advogados em Moçambique para tratar de casos de arbitragem". Ele aconselha o governo sobre a legislação comercial local e, muitas vezes, assiste empresas de construção e instituições bancárias em questões de aquisições.

"Profissional eminente" Samuel Levy recebe elogios pela sua excelente experiência em assuntos de petróleo, gás e mineração. Muitas vezes aconselha empresas internacionais sobre transacções societárias, concessões e acordos de licenciamento. É elogiado por analistas do mercado: "Ele conhece bem o mercado, os principais intervenientes e projectos".

O sócio-administrador Eduardo Alberto Calú é bem versado em direito laboral e fiscal. Assiste regularmente empresas provenientes dos sectores de petróleo e gás e mineração em matéria de gestão de greves, questões de conformidade e aconselhamento sobre estruturação.

Fonte: http://www.chambersandpartners.com

"Actualização sobre todos os desenvolvimentos em Moçambique". A SAL & Caldeira Advogados, Lda. fornece um "excelente serviço" em matéria bancária, cambial, migração e uma ampla variedade de outros assuntos. A empresa baseada em Maputo abriu o seu quarto escritório, em Pemba, em 2015 e está bem conectada internacionalmente através da sua participação na DLA Piper Africa. Eduardo Calú assumiu o cargo de Sócio-Administrador do "muito talentoso" Samuel Levy, enquanto Leopoldo Amaral tornou-se sócio. O sócio Sénior José Manuel Caldeira e a especialista em lei de terras Ássma Nordine Jeque também são recomendados. Os seus clientes incluem inúmeras empresas das indústrias extractivas, bem como empresas de construção e imobiliárias.

Fonte: http://www.legal500.com






Financeiro e Societário
A SAL & Caldeira oferece conhecimentos especializados nas principais áreas de prática e trabalha activamente na reforma legal em Moçambique. Os principais clientes da firma incluem a maioria das principais empresas petrolíferas, de extracção mineira, investidores estrangeiros, bancos internacionais, várias missões diplomáticas e ONGs internacionais.

A firma é classificada pela Chambers Global, Legal 500 EMEA, IFLR 1000 Financial & corporate and Energy & infrastructure como firma de nível 1.

A SAL & Caldeira é membro da DLA Piper Africa, uma aliança de práticas jurídicas que operam em toda África, Ásia, Europa, Médio Oriente e Estados Unidos da América.

 Fonte: https://www.iflr1000.com

Desenvolvimento de projectos
A SAL & Caldeira oferece conhecimentos especializados em principais áreas de prática e trabalha activamente na reforma legal em Moçambique. Os principais clientes da firma incluem a maioria das principais empresas petrolíferas, de extracção mineira, investidores estrangeiros, bancos internacionais, várias missões diplomáticas e ONGs internacionais.

A firma é classificada pela Chambers Global, Legal 500 EMEA, IFLR 1000 Financial & corporate and Energy & infrastructure como firma de nível 1.

A SAL & Caldeira é membro da DLA Piper Africa, uma aliança de práticas jurídicas que operam em toda África, Ásia, Europa, Médio Oriente e Estados Unidos da América.

 Fonte: https://www.iflr1000.com


A DLA Piper África foi premiada a Rede Africana do Ano nos Prémios Jurídicos Africanos de 2016. A cerimónia foi realizada no Wanderers Club em Joanesburgo e foi organizada pela Legal Week em conjunto com a Associação de Advogados Corporativos da África do Sul (CCASA).

Além disso, uma equipe da DLA Piper Africa, composta por advogados de Nairóbi e Londres, recebeu o prémio de Equipa de Transporte e Infra-estrutura do Ano pelo seu trabalho num dos maiores projectos de saúde sustentável na África.

Os Prémios Jurídicos Africanos destinam-se a reconhecer os resultados excepcionais na comunidade jurídica africana numa altura em que o sector jurídico enfrenta uma rápida mudança. O prémio para a Rede Africana do Ano convidou as empresas a demonstrarem "progressos significativos nos últimos 12-18 meses" no continente. A DLA Piper Africa, que agrupa como membros15 firmas africanas, cobrindo a África francófona, lusófona e anglófona, demonstrou uma excelente colaboração entre sectores e jurisdições entre as principais empresas que compõem a DLA Piper África.

 Fonte: https://www.dlapiper.com

FaLang translation system by Faboba

©Copyright 2010 - 2017 SAL&Caldeira Advogados, Lda | implementado pela4U-Multimedia